29 de setembro de 2010

Trilogia O Século - A Queda dos Gigantes





Sinopse:

"Ken Follett, esse grande mestre do romance, publica uma nova obra de grande fôlego histórico, a trilogia O Século, que atravessará todo o conturbado século XX.
Neste primeiro volume, travamos conhecimento com as cinco famílias que nas suas sucessivas gerações serão as grandes protagonistas da trilogia. Mas não esgotam a vasta galeria de personagens, incluindo figuras reais como Winston Churchill, Lenine ou Trotsky, que irão cruzar-se uma complexa rede de relações, no quadro da Primeira Grande Guerra, da Revolução Russa e do movimento sufragista feminino. Um extraordinário fresco, excepcional no rigor da investigação e brilhante na reconstrução dos tempos e das mentalidades da época. "

Opinião - "Jonathan Strange e o Sr Norrell"



Sinopse:

O melhor romance de fantasia desde O Senhor dos Anéis!
Há séculos, quando a magia habitava a Inglaterra, houve um mago que se distinguiu entre todos os outros. Chamou-se Rei Corvo, foi criado por fadas e, como nenhum outro, soube conjugar a sabedoria desses seres com a razão humana. Só que tudo se alterará a partir do momento em que um rei louco e alguns poetas mais arrojados fazem com que a Inglaterra deixe de acreditar na magia. O que acontecerá até meados do século XIX, quando o solitário Senhor Norrell, de Hurtfew Abbey, que faz andar e falar as estátuas da catedral de York, acredita que poderá ajudar o governo de Sua Majestade na guerra contra Napoleão.
Já em Londres, Norrell, encontrará Jonathan Strange, um jovem, rico e brilhante (mas também arrogante), que descobre por acaso que é um mago, tornando-se seu discípulo. Os feitos de ambos hão-de maravilhar a velha Inglaterra. Até ao momento, no entanto, em que a parceria, que parecia destinada ao sucesso, virará rivalidade. É que, fascinado pela figura sombria do Rei Corvo e atraído pela sua "insensata busca" por magias há muito esquecidas, Jonathan haverá de pôr em causa tudo o que Norrell mais estimava.
Jonathan Strange e o Sr. Norrell é, pois, um romance "elegante, mordaz e absolutamente arrebatador", envolvido em grande mistério e beleza que agarra o leitor até à última página.

Opinião:

Este livro de fantasia levamos a Inglaterra na altura das guerras napoleónicas. Em York há uma sociedade de magos mas são magos teóricos (homens que estudam a magia mas não a praticam), há mais de 200 anos que já não há magos praticantes.

Mas um dia os magos teóricos ouvem falar do Sr Norrell, um estranho cavalheiro que vive isolado em Hurtfew Abbey. O Sr Norrell tem uma enorme biblioteca acerca de magia e ele afirma ser um mago praticante, o que leva à Douta Sociedade de Magos de York a exigir ao Sr Norrell provas da sua magia.

Depois de provar de ser um mago praticante, o Sr Norrell toma como aprendiz o Jonathan Strange como seu aprendiz e partir daí as suas vidas mudam completamente assim como avida de todos os habitantes da Inglaterra.

Eu achei que a personagem do Sr Norrell era um pouco enfadonha e aborrecida mas adorei o Jonathan Strange principalmente aquando da sua participação na guerra.

Outro personagem que gostei muito do livro fui o John Uskglass, o Rei Corvo. O último grande mago da Inglaterra que desapareceu misteriosamente há 400 anos atrás mas que por lei continua a ser o Rei do Norte da Inglaterra.

O livro tem partes em que a acção decorre muito lentamente e tem demasiados apêndices que cortam o ritmo da leitura, mas apesar disso não deixa de ser um bom livro. É um livro que recomendo com algumas reservas.

Classificação: 8-10

27 de setembro de 2010

Novidades da SdE para Outubro


Royal Flash – George MacDonald Fraser

A sua cobardia só é comparável à sua cara de pau. Harry Flashman tem tudo para ser o maior herói do Império Britânico. E esta é a sua odisseia!

Após o seu regresso do Afeganistão como herói de guerra, Flashman vê-se envolvido com a bela e perigosa Lola Montez e o malévolo Otto Von Bismarck numa batalha de engenhos que irá decidir o destino de um continente. Dando início a uma aventura épica, o nosso galã embrulha-se numa sucessão desesperada de fugas, disfarces, encontros amorosos e combates singulares que atravessam os salões de jogo e masmorras de Londres para culminar nas salas de trono da Europa.

Será que os talentos de Flashman irão salvar o nosso sortudo cobarde das garras de Otto Von Bismarck e da bela Lola Montez?

Dos salões vitorianos de Londres às fronteiras exóticas do Império, prepare-se para conhecer o maior herói do seu tempo (raios, de todos os tempos!)



A Eleita de Kushiel – Jacqueline Carey

Phèdre nó Delaunay foi vendida para a servidão em criança. O seu contrato foi comprado por um fidalgo, o primeiro a reconhecê-la como alguém atingido pelo Dardo de Kushiel, eleita para toda a vida experimentar a dor e o prazer como uma coisa só. Ele adestrou Phèdre nas artes palacianas e nos talentos de alcova — e, acima de tudo, na habilidade de observar, recordar e analisar.

Quando tropeçou numa trama que ameaçava os próprios alicerces da sua pátria, ela abriu mão de tudo o que lhe era mais querido para salvá-la.

Sobreviveu, e viveu para que outros contassem a sua história, e se eles embelezaram o conto com tecido de mítico esplendor, não ficaram muito aquém da realidade. As mãos dos deuses pousam pesadamente sobre a fronte de Phèdre, e ainda não deram a sua missão por terminada. Embora a jovem rainha que jaz sentada no trono seja bem amada pelo povo, há quem creia que outro deveria usar a coroa… e aqueles que escaparam à ira dos poderosos ainda não acabaram as suas tramas de poder e vingança.



Sangue Felino – Charlaine Harris

Traída pelo seu namorado vampiro de longa data, Sookie Stackhouse, empregada de bar do Louisiana, vê-se obrigada não apenas a lidar com um possível novo homem na sua vida (Quinn, um metamorfo muito atraente), mas também com uma cimeira de vampiros há muito agendada.

Com o seu poder enfraquecido pelos estragos do furacão em Nova Orleães, a rainha dos vampiros locais encontra-se em posição vulnerável perante todos aqueles que anseiam roubar o seu poder. Sookie vê-se obrigada a decidir de que lado ficará. E a sua escolha poderá significar a diferença entre a sobrevivência e a catástrofe completa...



Sonho Febril – George R. R. Martin

Rio Mississípi, 1857. Abner Marsh, respeitável mas falido capitão de barcos a vapor, é abordado por um misterioso aristocrata de nome Joshua York que lhe oferece a oportunidade única de construir o barco dos seus sonhos. York tem os seus próprios motivos para navegar o rio Mississípi, e Marsh é forçado a aceitar o secretismo do seu patrono, não importando o quão bizarros ou caprichosos pareçam os seus actos.

Mas à medida que navegam o rio, rumores circulam sobre o enigmático York: toma refeições apenas de madrugada, e na companhia de amigos raramente vistos à luz do dia. E na esteira do magnífico barco a vapor Fevre Dream é deixado um rasto de corpos… Ao aperceber-se de que embarcou numa missão cheia de perigos e trevas, Marsh é forçado a confrontar o homem que tornou o seu sonho realidade.



O Homem do Castelo Alto – Philip K. Dick

Estamos em 1962. A Segunda Guerra Mundial terminou há dezassete anos e a população já teve tempo de se adaptar à nova ordem mundial. Mas não tem sido fácil: o Mediterrâneo foi drenado, a população de África foi eliminada e os Estados Unidos da América divididos entre nazis e japoneses.

Na zona neutra que divide as duas superpotências vive o homem do castelo alto, autor de um bestseller de culto, uma obra de ficção que oferece uma teoria alternativa da história mundial em que o Eixo perdeu a guerra. O romance é um grito de revolta para todos aqueles que sonham derrubar os invasores. Mas poderá ser mais do que isso?

Subtil e complexo, O Homem do Castelo Alto permanece como o melhor romance de história alternativa jamais escrito.

23 de setembro de 2010

Mais uns livros para a estante

Já chegaram mais três livros para a minha estante (que já está a ficar cheia). Os livros do Ken Follett foram comprados numa excelente promoção da Editorial Presença. Já o Pátria fui me oferecido pela Ana, que quero desde já agradecer.

Nota: A Saída de Emergência está com uma promoção na qual se compra um exemplar do Pátria e recebe-se outro grátis.



R.A. Salvatore - Pátria

Chegou a Portugal uma das maiores lendas da fantasia:
Drizzt, o elfo negro.

Nas profundezas da terra e rodeada de trevas eternas, esconde-se a imensa
cidade proibida de Menzoberranzan. Habitada pelos drows, os temidos
elfos negros, Menzoberranzan é governada por um complexo sistema
de Casas em constante batalha. No meio de uma dessas batalhas nasce
uma criança com olhos cor púrpura.

A criança, Drizzt Do’Urden, destinada a tornar-se príncipe de uma das
Casas, cresce num mundo vil onde a sua própria família não hesita em
conspirar, trair e assassinar. Surpreendentemente, Drizzt desenvolve um
sentido de honra e justiça completamente estranho à sua cidade. Mas
haverá lugar para ele num mundo onde a crueldade é a maior virtude?

Venha descobrir Drizzt, o elfo negro, uma das personagens mais lendárias
da fantasia.

E acompanhe-o na épica e intrépida jornada para longe de um mundo
onde não tem lugar… em busca de outro, na superfície, onde talvez
nunca o aceitem.



Sinopse:

Depois do enorme êxito de Os Pilares da Terra, Ken Follett regressa à cidade de Kingsbridge, mas desta vez cerca de dois séculos após os acontecimentos do primeiro livro. No dia 1 de Novembro de 1327, quatro crianças presenciam a morte de dois homens por um cavaleiro. O sucedido irá para sempre assombrar as suas vidas, mas Merthin, Ralph, Caris e Gwenda ficarão também marcados pelo próprio tempo em que vivem, e em particular pela maior tragédia que assolou a Europa no século XIV, a Peste Negra. Um Mundo sem Fim, que a Presença publica em dois volumes, é um épico medieval que está a conquistar os leitores de todo o mundo, tendo registado um total de 26 semanas de permanência entre os mais vendidos do The New York Times.

22 de setembro de 2010

Opinião - "Alex 9 - A Guardiã da Espada"



Alex 9 - A Guardiã da Espada

Sinopse:

A caminho da frente de batalha contra os invasores, o Príncipe Dael de Brodom descansava com a sua guarda junto às margens de um lago quando um estranho fenómeno aconteceu: uma estrela despenha se no lago, e das águas emerge uma mulher quase nua que cai inconsciente nos seus braços. Será este o sinal de que uma antiga profecia se está a realizar? Sem saber porquê, a Tenente Coronel Alex 9, da 3ª Unidade de Comandos de Elite, é projectada para um planeta muito parecido com a Terra, onde uma guerra entre impérios medievais se está a travar. Aparentemente, a chegada de Alex à Segunda Terra despoletou uma miríade de consequências políticas que estão ainda longe de fazer sentido. Ao longo deste volume, repleto de batalhas com espadas e armas magnéticas, as linhas de trama começam a cruzar se e descobrimos um conflito que se prepara há séculos. Mas onde levará?

Opinião:

Este livro fui uma agradável surpresa. escrita pelo Martin S. Braun (pseudónimo do escritor português Bruno Martins Soares).

Numa escrita simples e muita fluída o autor apresentamos uma boa história dedicada especialmente para o segmento de jovens mas que também deverá agradar à um publico mais maduro.

Este livro é uma mistura entre samurais e ficção cientifica, mas a mistura é conseguida de uma forma extremamente plausível e muito bem conseguida.

A Tenente Alex 9 é enviada por acaso para um planeta muito parecido com a Terra, mas que em vez de estar tão avançado como o planeta dela que está envolvido numa guerra interplanetária, o mundo onde ela chega está num fase de desenvolvimento que se parece muito com o Japão no tempo dos samurais.

Este livro, é uma óptima maneira de se passar uma tarde, já que o livro só tem 256 páginas e que se lêem de forma muito agradável e rapida (eu li o livro numa tarde de folga).

Recomendo este livro a tudo os amantes de fantasia em especial o público mais jovem.

Avaliação: 8-10

Opinião - "Os Leões de Al-Rassan"




Os Leões de Al-Rassan de Guy Gavriel Kay

Imagine uma Península Ibérica de fantasia, durante o período sangrento e apaixonante da Reconquista, onde realidade e fantasia se entrelaçam numa história poderosa e comovente

Inspirado na História da Península Ibérica, Os Leões de Al-Rassan é uma épica e comovente história sobre amor, lealdades divididas e aquilo que acontece aos homens e mulheres quando crenças apaixonadas conspiram para refazer – ou destruir – o mundo. Lar de três culturas muito diferentes, Al-Rassan é uma terra de beleza sedutora e história violenta. A paz entre Jaddites, Asharites e Kindath é precária e frágil, mas é precisamente a sombra que separa os povos que acaba por unir três personagens extraordinárias: o orgulhoso Ammar ibn Khairan – poeta, diplomata e soldado, o corajoso Rodrigo Belmonte – famoso líder militar, e a bela e sensual Jehane bet Ishak – física brilhante. Três figuras cuja vida se irá cruzar devido a uma série de eventos marcantes que levam Al-Rassan ao limiar da guerra.

Opinião:

Este livro fui um dos livros, que mais pessoas me sugiram e só posso dizer que é uma óptima leitura. E é o melhor livro que já li do género (Romance Histórico).

Este livro é baseado na história da Península Ibérica, durante o período do domínio Muçulmano antes do início da reconquista.

Este livro explora três religiões a Jadita (Cristã), a Asharita (Islâmica) e a Kindate (Judaica). As três brilhantes personagens principais são cada um de uma religião: a Jehane bet Ishak é uma física (médica) kindate, o Ammar ibn Khairan é um brilhante poeta e reconhecido assassino asharita e o Rodrigo Belmonte um famoso lider militar jadita.



Este livro junta numa estranha amizade as três personagens principais. Cada um com as suas virtudes e a os seus defeitos fazem desta amizade numa relação extremamente interessante de se seguir.

Outra personagem que também gostei muito fui o Alvar de Pellino, um jovem soldado ao serviço do Rodrigo Belmonte, que além de ser um soldado excepcional demonstra também ser um homem que além de ser muito inteligente não gosta de guerra.

Este livro é um dos melhores livros que já li. E que brevemente irá ser reeditado pela Saída de Emergência, numa nova edição a qual já ira ter um mapa.

Recomendo este livro a qualquer amante de um bom livro!!

Avaliação: 10-10

Opinião - "Duna"




Duna de Frank Herbert

Considerado o melhor livro de ficção científica de sempre.
Tem nas suas mãos aquele que é considerado o melhor romance de ficção científica de sempre. Uma obra que arrebatou a crítica com o estilo poderoso de Frank Herbert e conquistou milhões de leitores com a sua imaginação prodigiosa. Prepare-se para uma viagem que nunca irá esquecer, até um longínquo planeta chamado Arrakis...
O Duque Atreides é enviado para governar o planeta Arrakis, mais conhecido como Duna. Coberto por areia e montanhas, parece o local mais miserável do Império. Mas as aparências enganam: apenas em Arrakis se encontra a especiaria, uma droga imensamente valiosa e sem a qual o Império se desmoronará. O Duque sabe que a sua posição em Duna é invejada pelos seus inimigos, mas nem a cautela o salvará. E quando o pior acontece caberá ao seu filho, Paul Atreides, vingar-se da conspiração contra a sua família e refugiar-se no deserto para se tornar no misterioso homem de nome Muad'Dib. Mas Paul é muito mais do que o herdeiro da Casa Atreides. Ao viver no deserto entre o povo Fremen, ele tornar-se-á não apenas no líder, mas num
messias, libertando o imenso poder que Duna abriga numa guerra que irá ter repercussões em todo o Império...

Opinião:

O "Duna" foi o primeiro livro de ficção-cientifica que li, um género que nuca me tinha despertado um especial interesse.

Com personagens muito bem construídas, como o Paul Atreides que mais tarde se torna conhecido como Paul Muad'Dib. A Casa Atreides vive numa constante luta com a Casa Harkonnen, que é agravada quando a Casa Atreides fica com o governo do planeta Arrakis, vulgarmente conhecido como Duna.

Arrakis, é um planeta desértico, onde há primeira vista parece só haver deserto e montanhas, mas é em Arrakis onde há a especiaria, a droga mais valiosa do Império.

O Paul quando chega a Arrakis começa a descobrir que ele tem poderes e que o povo de Arrakis pensa que ele é o Messias prometido nas antigas profecias das Bene Gesserit.

Depois de o Duque Atreides morrer nas mãos devido dos seus inimigos, Paul e a sua mãe refugiam-se entre os fremen (o povo de Arrakis), e começam a planear a sua vingança.

Só posso dizer que este livro é simplesmente genial e que superou as minhas expectativas. É sem duvida um dos melhores livros que li este ano. De leitura obrigatória.

Classificação: 10-10

18 de setembro de 2010

Sangue Felino




Sinopse:

Traída pelo seu namorado vampiro de longa data, Sookie Stackhouse, empregada de bar do Louisiana, vê-se obrigada não apenas a lidar com um possível novo homem na sua vida (Quinn, um metamorfo muito atraente), mas também com uma cimeira de vampiros há muito agendada. Com o seu poder enfraquecido pelos estragos do furacão em Nova Orleães, a rainha dos vampiros locais encontra-se em posição vulnerável perante todos aqueles que anseiam roubar o seu poder. Sookie vê-se obrigada a decidir de que lado ficará. E a sua escolha poderá significar a diferença entre a sobrevivência e a catástrofe completa...

Saí já no dia 1 de Outubro

16 de setembro de 2010

14 de setembro de 2010

Peter V.Brett



O Homem Pintado

Sinopse:

Num mundo povoado por demónios que dominam a noite, forçando os seres humanos a esconderem-se atrás de guardas mágicas à espera que o sol nasça, o jovem Arlen assiste ao massacre da sua família por causa da cobardia do pai. A partir desse momento tudo muda e Arlen parte numa viagem de descoberta que o levará a percorrer o mundo e a conhecer Leesha e Roger. Os três são a última esperança da humanidade na luta contra os demónios. Só que por vezes os demónios mais difíceis de vencer são os que trazemos dentro de nós. Juntos estes três jovens oferecem à humanidade uma última e fugaz hipótese de sobrevivência. Para aqueles que procuram o novo grande nome da fantasia a espera terminou. Ele é Peter V. Brett. Comparável a muitos mas diferente de todos, oferece-nos uma história brilhante que nos prende da primeira à última página. Dizer que é uma obra magistral é pouco para descrever a história épica da luta de Arlen, Leesha e Roger para salvar uma humanidade condenada a viver num medo permanente da noite e dos demónios que ela encerra.



A Lança do Deserto

Sinopse:

O Sol põe-se sobre a Humanidade. A noite pertence agora a demónios vorazes que se materializam com a escuridão e que caçam, sem tréguas, uma população quase extinta, forçada a acobardar-se atrás da segurança de guardas de poder semi-esquecidas. Mas estas guardas apenas servem para manter os demónios à distância e as lendas falam de um Libertador; um general, alguns chamar-lhe-iam profeta, que em tempos uniu a Humanidade e derrotou os demónios. No entanto esses tempos, se alguma vez existiram, pertencem a um passado distante. Os demónios estão de volta e o Libertador é apenas um mito… Ou será que não?

Guerra da Pirâmide



Sinopse:

Há muitos milhares de anos atrás traçou-se o destino da Humanidade.

O futuro de milhões de seres foi forjado numa batalha sem precedentes entre dois povos de incomensurável poder. Numa única batalha! Numa única batalha que terminou na maior e mais poderosa explosão de que o Homem tem conhecimento - o Big Bang!

Depois disso muita coisa aconteceu no novo universo.

Muitas civilização nasceram e morreram...

Não se iludam! Os terrestres não são únicos... E não são originais! Antes de nós, existiram outros e desses outros nasceram mais... E uma boa parte deles deu origem à Terra.

O que sucedeu na Terra, em 2029, foi apenas o fim de uma história mais longa e muito antiga...

Uma história que dava um livro... Este!

Escritos Ancestrais - Campos de Odelberon de Rodrigo McSilva



Sinopse:

"A Presença lança um novo autor de língua portuguesa, do género fantástico. Na sua obra de estreia, Rodrigo McSilva recorre a uma multiplicidade de personagens e divindades das mitologias nórdica, celta e indo-europeias, que interagem numa história alternativa em que o mundo é simultaneamente habitado por deuses, raças desaparecidas, heróis míticos e humanos. Até ao dia em que o Ente Uno, o Juiz do Tempo, indignado pela perfídia dos deuses, decide pôr fim a esta realidade e afastá-los uns dos outros. «Que a linha do tempo seja doravante como um punhal, mas com duas faces, esquerda e direita, que jamais se verão». Assim os condenou a uma estéril dualidade. Os mortais habitariam o «gume terrestre», desenvolvendo a ciência e a técnica, mas trablhando na dúvida e na incerteza, enquanto os deuses e os que os haviam seguido habitariam o invisível «gume de odelberon» numa eternidade imutável. Cada lado ficaria sujeito às leis dos respectivos universos. Havia porém uma vaga esperança, a longínqua promessa de que, ao fim de vinte mil anos, os dois gumes, agora separados se reencontrassem... Esta extraordinária aventura ficou registada pelos inúmeros escribas que ao longo das eras foram registando os seus sucessivos capítulos.

13 de setembro de 2010

Pack - Um Mundo Sem Fim de Ken Follett



A promoção da semana da Editorial Presença, são estes dois livros do Ken Follett.
Que nesta semana em vez de custarem 51,49 € só custam 29,96 €!! Caso para dizer, aproveitem esta excelente promoção!!

Sinopse:

Depois do enorme êxito de Os Pilares da Terra, Ken Follett regressa à cidade de Kingsbridge, mas desta vez cerca de dois séculos após os acontecimentos do primeiro livro. No dia 1 de Novembro de 1327, quatro crianças presenciam a morte de dois homens por um cavaleiro. O sucedido irá para sempre assombrar as suas vidas, mas Merthin, Ralph, Caris e Gwenda ficarão também marcados pelo próprio tempo em que vivem, e em particular pela maior tragédia que assolou a Europa no século XIV, a Peste Negra. Um Mundo sem Fim, que a Presença publica em dois volumes, é um épico medieval que está a conquistar os leitores de todo o mundo, tendo registado um total de 26 semanas de permanência entre os mais vendidos do The New York Times.

Capa do Sonho Febril




Aqui fica a capa do "Sonho Febril", livro do George R.R. Martin, que vai ser publicado pela Saída de Emergência no próximo dia 1 de Outobro.
Então qual é a vossa opinião acerca desta capa?
Vejam lá agora a capa original, e digam-me qual delas acham que é melhor?

11 de setembro de 2010

Os 25 melhores livros de fantasia

Segundo o site BestFantasyBooks.com estes são os 25 melhores livros de fantasia.
Vejam lá se concordam com as escolhas

1 - A Game of Thrones - George R.R. Martin
2 - The Malazan Book of the Fallen - Steven Erikson
3 - The Name of the Wind - Patrick Rothfuss
4 - Lord of the Rings J.R.R Tolkien
5 - Gormenghast - Marvin Peake
6 - Lies of Locke Lamora - Scott Lynch
7 - Mistborn - Brandon Sanderson
8 - The Farseer - Robin Hobb
9 - The Warded Man - Peter V. Brett
10 - The Wheel of Time - Robert Jordan
11 - Black Sun Rising (Cold Fire Trilogy) - C.S. Friedman
12 - The Blade Itself - Joe Abercrombie
13 - The Magicians - Less Grossman
14 - A Sword of Shadows - J.V. Jones
15 - Acacia - David Anthony Durham
16 - Elric of Melinbone - Michael Moorcock
17 - The Darkness That Comes Before - R. Scott Bakker
18 - Jonathan Strange & Mr. Norrell - Susanna Clarke
19 - Chronicles of Thomas Covenant - Stephen R. Donaldson
20 - American Gods - Neil Gaiman
21 - Abhorsen Trilogy - Garth Nix
22 - Memory, Sorrow, Thorn - Tad Williams
23 - The Way of Shadows (Night Angel Trilogy) - Brent Weeks
24 - Magician: Apprentice and Master - Raymond E. Feist
25 - Dresden Files - Jim Butcher

Podem ver esta nesta no post original aqui

Alex 9 - A Coroa dos Deuses



Autor: Martin S. Braun
P.V.P.: 17,90 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição: 1ª
ISBN: 978-989-637-270-5
Nº de Páginas: 304
Colecção: Teen
Editora: Saída de Emergência

Prepara-te para batalhas épicas de espada em punho e tecnologia de ponta e mergulha numa aventura onde as respostas parecem levar a mais perguntas. Quando se saberá a verdade sobre Alex 9?

“Um livro magnífico, fabuloso!”
Blogue Segredo dos Livros

“Um livro de qualidade superior.”
Livros & Leituras

“Uma história envolvente e original.”
Blogue As Leituras do Corvo

Saí no dia 17 de Setembro. E podem ter a certeza que depois de ter lido e gostado muito do primeiro livro que vou comprar este.

Império Terra - O Princípio

Eu queria agradecer ao Paulo Fonseca, pela sua generosa oferta do seu livro "Império Terra - O Princípio", que teve direito a um autógrafo e todo. E desejo toda a sorte do mundo ao Paulo para a publicação dos seus futuros livros.

Fica aqui a sinopse e a capa do livro.



Sinopse:

Caminharam juntos até ao passeio. Laura deixava para trás a sua mota, com pesar. Aquela mota que acompanhara por tantas vezes, e que sentia como parte de si. Fosse como fosse, teria de a deixar para trás quando partissem. Talvez, devesse fazer o mesmo com aquela nova verdade, que a deixara frustrada.

Os seus pais nunca lhe haviam falado de vampiros. Os vampiros faziam parte do imaginário popular, das histórias de terror, do cinema. No fundo era como Gabriel dizia: uma verdade rejeitada pelos eruditos. E os seus pais não eram povo.

Como é que poderia imaginar um mundo maravilhoso com vampiros e lobisomens?!

Se os asquerosos não teriam lugar nesse novo mundo, aqueles também não o teriam. Seria necessário eliminá-los!

De repente a iluminação piscou. Os olhos de ambos fixaram-se no horizonte, até onde alcançavam, e começaram a ver a luzes extinguirem-se, umas atrás das outras, como peças de dominó, como se as trevas fossem tragando a luz num gloop-gloop dantesco; anúncios atrás de anúncios, cartazes electrónicos atrás de cartazes electrónicos, salas de escritórios atrás de salas de escritórios; e os candeeiros nas ruas...

Uma espécie de rastilho correu as ruas de Lisboa apagando tudo o que eram luzes.

Fez-se trevas.

Um piscar trémulo e insistente atraiu a atenção de Gabriel. Um dos candeeiros da Av. 5 de Outubro extinguia-se como uma brasa, para logo se reacender como se assoprado, até que desistiu. Lembrou-o, sarcasticamente, da esperança da humanidade...

As trevas desceram sobre Lisboa.